domingo, 29 de março de 2009

É isto a selecção nacional?...




Realmente, 9 dias sem uma postagem neste espaço, não é normal.

Quando reparei na data da publicação anterior, quase que batia em mim mesmo. :)

Mas, de facto não tenho tido mesmo tempo, para fazer algumas das coisas que mais gosto (só algumas entenda-se) e escrever nesta página é naturalmente uma delas.


Assim sendo, vou mandar para aqui uns “bitaites”…


Nos últimos dias, um dos temas das conversas que tenho tido com várias pessoas, (entre elas amigos próximos), têm girado em torno da selecção nacional e do Sr. Gilberto Madaíl.
Apelidá-lo de senhor, talvez seja um erro grosseiro da minha parte, pelo qual desde já peço desculpa.


Em Novembro de 2003, assisti a uma conferência de imprensa do Sr. Luís Filipe Scolari ao lado do Sr. Gilberto Madaíl, (desculpem mais estes dois erros grosseiros) que mexeu comigo.
Tentei procurar o vídeo da referida conferência, mas pelos vistos fizeram o favor de tirar do “youtube”.


A dada altura, daquele típico “bombardeamento” de questões colocadas pelos jornalistas presentes na sala, há um profissional de imprensa que coloca uma questão, á qual o sargento da treta, não respondeu, preferindo gozar com um povo, fazendo a seguinte pergunta ao entrevistador: “
Scolari: Você é do Porto? “… “ Jornalista: Não, por acaso até sou de Lisboa”… “ Sclorai: Ah, graças a Deus”…


Seguindo a este acto lamentável, ofensivo e proveniente de um selvagem ignorante, sem o mínimo de cultura nem carácter, uma imensa gargalhada, onde também participou Gilberto Madaíl.


É isto a Selecção Nacional??? É este o perfil, do responsável máximo da federação, que mesmo depois de actos graves como este, continua no comando do clube de Portugal???


Muito bem, a partir dessa altura e com um acumular de situações e insultos idênticos à minha terra natal, que é só a cidade onde nasceu o nome de Portugal, deixei de ser o apaixonado que fui outrora pela Selecção Portuguesa de Futebol.


Alias, para mim é mesmo indiferente se perdem ou ganham, estou mais preocupado com a subida do nível de vida e condições sociais do povo Português, que é o que realmente nos leva para a frente, ou nos faz cair.


Como se não bastasse, ouvi ontem Gilberto Madaíl proferir num directo televisivo o seguinte: “ Quem é Português, tem que estar obviamente frustrado, com o mau resultado da equipa de Portugal”…


Ah, no meu caso, que me estou minimamente nas tintas para isso, não serei então Português? Só sou Português, se ficar na foça com os maus resultados futebolísticos?

Sou tão, ou mais nacionalista, que as mais de 40.000 pessoas que estiverem ontem no estádio do Dragão, incluindo as grandes patentes e atletas.

Mas, continuem, tragam mais Scolari´s e Madaíl´s para o futuro futebolístico do nosso país, já que na política, fazem-no há muitos anos.


E, já agora, só por curiosidade… Alguém me sabe dizer, qual era o vencimento mensal e condições dadas a Luís Filipe Scolari, nos tempos que este esteve em Portugal?...

Sendo essas verbas, suportadas pelos contribuintes, era de interesse público saber-se…


No entanto, tendo em conta o conteúdo deste post, quem pensa que eu guardo algum tipo de ressentimento quanto a estes dois seres estranhos , está enganado.
Inclusive, escolhi um clip de som e imagem, para dedicar exclusivamente a estas duas figuras....



(com som)


Artigo relacionado, aqui.

20 comentários:

escarlate.due disse...

oh Ricardo, avaliar tudo apenas por uma ou duas pessoas é generalizar um bocadinho demais, não é?! afinal a selecção não são scolaris ou madailes, é um grupo de jogadores, supostamente os melhores da modalidade, que representam este país nesse campeonato.
quer goste ou não de scolaris, madailes ou outros quaisquer, continuo a ser portuguesa e a torcer por Portugal

boa semana para ti

Osvaldo disse...

Olá amigo Ricardo;

Eu sei que é diferente estar-se em Portugal e viver-se esses diálogos ínsipidos entre os ditos patrões do nosso futebol e viver-se longe, como eu e milhões de outros portuguêses que nos estamos nas tintas para quem manda bocas ou manda no futebol ou mesmo na política ou em tudo isso, porque o que queremos é que Portugal ganhe nem que seja com golos roubados ou penalty's mal marcados ou bolas que batem na trave e na volta ricocheiam no cú do Cristiano Ronaldo e entram, o importante é ganhar porque se não é assim, quem tem que suportar os colegas e amigos de outras nacionalidades, somos nós...
Ponham o Cavaco Silva, o Pinto da Costa, o Guarda Abel, o Vilarinho o Roquet ou não importa, mesmo o Sócrates serve como treinadores e presidentes da FPF, mas ganhem... CARAGOS...

Um abraço, amigo Ricardo
Osvaldo

Ricardo disse...

Escarlate.Due:

O problema, é que a maioria dos Portugueses, também pensam assim quanto à politíca e é o que se vê...

Beijo

Ricardo disse...

Osvaldo:

Talvez eu seja um pouco radical, ou talvez não...

Talvez um dia, eu volte a apoiar Portugal em termos futebolisticos, ou talvez não!

Também, eles não precisam de mim para nada, mas, eu também passo bem sem eles! :)


Abraço

Rafeiro Perfumado disse...

O Scolari fez, em dada altura, um trabalho fantástico, uma vez que conseguiu voltar a identificar os portugueses com a Selecção. Claro que depois lhe subiu um bocado à cabeça, fazendo-o proferir atoardas como essa.

Abraço!

PS: na fotografia a legenda poderia ser "Aí, Madaíl, que tal uma trancadazita ali no balneário?"

Ricardo disse...

Rafeiro Perfumado:

Por acaso, esta frase ofensiva foi dita mal ele chegou cá, ou pelo menos estava cá ha pouco tempo.

O que dá para deduzir ,que teve inteiramente o dedo do Madaíl.

Até porque, esse sargento da treta, só conhecia o Algarve e de passagem.

Enfim...

Quanto à foto, também pensei que fosse precisamente isso, que ele lhe estava a dizer ao ouvido! :)


Abraço

PaulaPan disse...

Sem comentarios...
tenho orgulho da minha cidade xD e mais nada xD

kt ao meu post, tens razao, a foto devia ser tirada a noite, looool

Ricardo disse...

PaulaPan:

Pois, fico triste que depois de tudo isto e ainda com o mesmo provocador no comando, o estádio do Dragão tenha tido mais de 40.000 pessoas na bancada...A não ser , que a maioria não fosse da cidade do Porto, caso contrário não têm orgulho próprio, o que não consigo entender, mas respeito obviamente...

Quanto ao teu post... Estava a brincar! :) :)

A força do post, está precisamente no texto, que por sinal, está muito bem elaborado.

Beijo

siwa disse...

E eu digo-lhe: excelente blog. Adorei lê-lo...

Ricardo disse...

Siwa :

Obrigada, volta sempre... :)

Abraço

P.B. disse...

Olá

Só tenho a dizer que a selecção tem sido uma desilusão. Já não acompanho os jogos, nem sequer sei quem são os jogadores, salvo um ou outro mais mediático.

Beijinhos

Marta Vasil disse...

Ricardo

Ainda goste que a selecção portuguesa vá marcando uns pontos aos outros... mas não sofro do fígado pelas derrotas nem dou pinotes pelas vitórias. Como dizes, há coisas bem mais importantes a merecer a minha atenção.

Deixo-te aqui uma transcrição que roubei de um blog.

"Humor vermelho e verde - Estou a deixar crescer a barba. Só a corto quando o Prof. Carlos Queiroz..."

Hum, achas que estou a pôr achas na fogueira quando te peço que adivinhes o resto?

MV

Daniel Silva disse...

Olá
Passa no meu blogue. E aceita o prémio. A ti, tinha de fazer o convite pessoalmente ;)

Abraço =)

Anónimo disse...

Olá Ricardo,

Encontrei o teu blog por acaso e gostei,mas não consigo acreditar que te seja assim tão indiferente o resultado da seleção.. não pode ser!
beijinho
Margarida

Ricardo disse...

P.B. :

Eu também não conheço os jogadores, que eu me lembre, nunca me foram apresentados... :)

Beijo

Ricardo disse...

Marta Vasil:

Não consigo adivinhar, mas se essas palavras fossem em ralação ao falso sargento, talvez tivesse mais que um desfecho possível...


Beijo

Ricardo disse...

Daniel Silva:

Quanta honra. :)

Obrigado

Abraço

Ricardo disse...

Margarida:

Acredita que é mesmo indiferente!

Volta sempre...


Beijo :)

Tá-se bem! disse...

Não comento cenas de Bola! tsssss ahahahahaha :p

Abraçoo ;)

Ricardo disse...

Tá-se Bem:

Tasse Bem... :)

Abraço